acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Produtos e Serviços

Eurofins | IPEX - Análise de biomarcadores de petróleo e derivados

20/05/2020 | 11h31
Eurofins | IPEX - Análise de biomarcadores de petróleo e derivados
Divulgação Divulgação

O Grupo Eurofins do Brasil, através de sua unidade Eurofins | IPEX onde funciona seu Núcleo de Análises de Petróleo e Combustíveis é um laboratório referência mundial nas análises de biomarcadores em suporte a estudos Ambientais e Exploração de Petróleo. Com toda a tecnologia e equipamentos necessários, profissionais especializados e experiência em diversos estudos na área, a Eurofins do Brasil utiliza metodologias reconhecidas internacionalmente e de acordo com exigências técnicas e boas práticas determinadas por órgãos nacionais como ANP (Resolução ANP n° 725/2018), IBAMA, CETESB, e demais agências regulatórias estaduais e municipais, bem como, e órgãos internacionais como IMO/UNEP, ITOPF e NOAA.

Uma das grandes dificuldades na avaliação da extensão dos danos de derramamentos de petróleo e/ou seus derivados no meio ambiente é, sem dúvida, o intemperismo, pois muitos podem ser os processos, tais como, evaporação, foto-oxidação, biodegradação, entre outros, que podem mascarar a composição dos hidrocarbonetos provendo diferentes perfis de contaminação dificultando a identificação do produto derramado ou causador da contaminação. A análise de biomarcadores é uma ferramenta essencial e poderosa na avaliação ambiental de hidrocarbonetos, pois permite a caracterização inequívoca da origem desses compostos, seja ela natural ou decorrente de contaminação, e uma correlação entre amostras em diferentes estágios de degradação.

Biomarcadores são compostos orgânicos, que possuem uma fonte específica e alta estabilidade térmica e molecular, sendo muito resistentes à degradação, mantendo uma espécie de assinatura química, como um fingerprint, permitindo a identificação da origem dos hidrocarbonetos de modo unívoco. Por essa razão, são popularmente denominados “DNA” do petróleo. A sua utilização é de grande importância na identificação da origem de depósitos petrolíferos e evolução de derramamentos no ambiente, pois possuem informações relevantes, que podem caracterizar o hidrocarboneto, avaliar o grau de intemperismo do produto no ambiente e sua relação com a fonte poluidora. Entre os biomarcadores, os hopanos e esteranos têm sido utilizados em estudos ambientais em função da sua alta resistência à degradação. A distribuição dos biomarcadores pode fornecer dados para distinguir rochas geradoras depositadas em diferentes ambientes e óleos gerados a partir delas. O perfil desses compostos e as razões entre eles permitem o conhecimento detalhado do ambiente de sua formação e origem, mesmo quando presentes em ambientes superficiais como sedimentos marinhos e águas superficiais. Essas características representam o alicerce de sua aplicação em estudos ambientais de hidrocarbonetos, pois permitem o conhecimento de sua origem, seja ela natural ou antrópica, assim como os efeitos ambientais sobre esses compostos.

O Núcleo de Análises de Petróleo, Combustíveis da Eurofins do Brasil participa dos mais relevantes estudos na área de Petróleo e derivados e Ambientais em todo o Brasil e internacionalmente. Demandas nessa área são crescentes e as exigências legais vinculadas ao meio ambiente também estão dando cada vez mais valor para esse tipo de análise e resultados.

Visite nosso site: www.eurofins.com.br



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar