acesso a redes sociais
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pessoas

Mark Weinberger será o próximo chairman e CEO global da Ernst & Young

18/01/2012 | 10h25
A Ernst & Young anunciou que Mark Weinberger assumirá como chairman e CEO global em 2013, substituindo James Turley, que lidera a multinacional de auditoria e consultoria desde 2001, que anunciou sua aposentadoria para junho do ano que vem. O Conselho Executivo Global da empresa e seu Conselho Consultivo Global, principais órgãos de gestão e governança da empresa, apoiaram com unanimidade a escolha do executivo.

A Ernst & Young anunciou recentemente receitas de US$ 22,9 bilhões para o ano fiscal encerrado em 30 de junho de 2011 e conta com um total de 152 mil profissionais em 144 países.

Weinberger, 50 anos, possui uma carreira de destaque, com um histórico de liderança tanto na Ernst & Young quanto em outras empresas. Ele atualmente faz parte do Conselho Executivo Global, o órgão máximo de governança da companhia, e dirige a prática de Impostos Globais. Anteriormente, na Ernst & Young, Weinberger fez parte do Americas Executive Board - responsável pelas decisões que envolvem o mercado das Américas - e do Comitê de Operações dos EUA, além de comandar a prática de Impostos das Américas. Ele tem sido um sócio-sênior de consultoria para muitos dos maiores clientes da empresa e também faz parte do Comitê Executivo de Mercados Globais e do Comitê Executivo de Política Pública. Durante o governo do ex-presidente George W. Bush (2001-2009), foi secretário-assistente do Tesouro para Política Fiscal e, no mandato de Bill Clinton (1993-2001), foi nomeado ao Conselho Consultivo de Segurança Social.

James Turley, que comanda a Ernst & Young desde 2001, é defensor dos esforços bem-sucedidos da organização para liderar a profissão em tempos de globalização e o investimento em mercados novos e emergentes. Sob sua liderança, a Ernst & Young cresceu de US$ 10 bilhões em receitas globais anuais para US$ 23 bilhões, dobrando o número de funcionários e se estabelecendo como a organização mais integrada globalmente no setor. Turley tem defendido uma forte cultura voltada para as pessoas, que é sublinhada pela sua busca por cada vez mais diversidade e inclusão, política já reconhecida por meio de diversos prêmios.

“Weinberger é um profissional extraordinário, que tem demonstrado forte liderança dentro e fora de nossa empresa, e tem um papel ativo com muitos de nossos maiores clientes”, afirma Jim Turley. Ele tem uma mentalidade de regulação que permitirá à Ernst & Young manter fortes conexões com muitos reguladores de auditoria e outras autoridades com quem nos engajamos globalmente. Estou ansioso para trabalhar com Weinberger em uma transição produtiva e estou confiante que ele será um líder extraordinário para a Ernst & Young, levando nossa organização a níveis de sucesso ainda maiores”, comenta Turley.

“É um privilégio ser escolhido para liderar essa grande companhia”, diz Mark Weinberger. “Sem dúvida, estes são tempos desafiadores, nos quais o mundo enfrenta profundas mudanças econômicas, geopolíticas e demográficas. A Ernst & Young está bem posicionada para ter um papel construtivo, ajudando nossos clientes, regulares e outros stakeholders a moldar o futuro. Tenho orgulho do papel fundamental que a Ernst & Young desempenha no crescimento e funcionamento eficiente da economia global. Nosso papel é construir a confiança nos mercados de capital mundiais e ajudar nossos clientes a realizar seus objetivos. Tenho orgulho das pessoas na Ernst & Young que, sem descanso, agregam valor aos nosso clientes ao fornecer serviços de qualidade e bons conselhos nesse ambiente complicado e desafiador. Estou comprometido a construir mais sobre a forte fundação que criamos”, conclui Weinberger.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar